quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Novidades no Diabetes em crianças

Vamos ficar por dentro das novidades no mundo do Diabetes Infantil, o que mais me chamou atenção, foi a causa morte por cetoacidose, profissionais e pais, devem ficar atentos aos sintomas e iniciar o tratamento imediatamente.



No “The Lancet” deste ano foi publicada uma revisão extensa e, ao mesmo tempo, sucinta sobre atualizações de consenso, controvérsias e mudanças quanto ao tratamento do diabetes mellitus em crianças e adolescentes. Seria impossível comentar sobre as 8 páginas e mais de 100 referências, por isso alguns pontos de destaque foram selecionados.
Para começar, os autores chamam a atenção para o aumento expressivo da incidência de diabetes na população de crianças e adolescentes, que, entre 2001 e 2009, foi de 21% nos EUA. Destes, 11% são de tipo 2, 0,25% diabetes neonatal (resultado de uma ou mais mutações, que levam ao desenvolvimento de diabetes antes dos 6 meses de idade) e 1,2% do tipo MODY. Aqui cabe destacar que o diabetes tipo 2 (DM2) em crianças e adolescentes (geralmente aparece a partir da puberdade, associado a fatores de risco como: obesidade, etnia e histórico familiar) é mais agressivo, de progressão mais rápida, do que em adultos. 

continuar lendo...

Fonte: http://www.diabetes.org.br/colunistas/dr-mark-barone/diabetes-em-criancas-o-que-ha-de-novo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...