quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Novidades no Diabetes em crianças

Vamos ficar por dentro das novidades no mundo do Diabetes Infantil, o que mais me chamou atenção, foi a causa morte por cetoacidose, profissionais e pais, devem ficar atentos aos sintomas e iniciar o tratamento imediatamente.



No “The Lancet” deste ano foi publicada uma revisão extensa e, ao mesmo tempo, sucinta sobre atualizações de consenso, controvérsias e mudanças quanto ao tratamento do diabetes mellitus em crianças e adolescentes. Seria impossível comentar sobre as 8 páginas e mais de 100 referências, por isso alguns pontos de destaque foram selecionados.
Para começar, os autores chamam a atenção para o aumento expressivo da incidência de diabetes na população de crianças e adolescentes, que, entre 2001 e 2009, foi de 21% nos EUA. Destes, 11% são de tipo 2, 0,25% diabetes neonatal (resultado de uma ou mais mutações, que levam ao desenvolvimento de diabetes antes dos 6 meses de idade) e 1,2% do tipo MODY. Aqui cabe destacar que o diabetes tipo 2 (DM2) em crianças e adolescentes (geralmente aparece a partir da puberdade, associado a fatores de risco como: obesidade, etnia e histórico familiar) é mais agressivo, de progressão mais rápida, do que em adultos. 

continuar lendo...

Fonte: http://www.diabetes.org.br/colunistas/dr-mark-barone/diabetes-em-criancas-o-que-ha-de-novo

Concurso de Culinária Saudável 2015

Uma Oportunidade muito legal!!! Vamos participar e colocar em práticas os dotes culinários saudáveis!!!!



sábado, 5 de setembro de 2015

Intolerância alimentar com Tiago Leifert

Reportagem do programa "É de casa", falando sobre intolerância alimentar. Muito interessante e esclarecedor!  Entrevista com o Doutor José Junqueira, e a entrevista com a pequena Letícia!

Seguem a baixo os links da reportagem...

http://gshow.globo.com/programas/e-de-casa/videos/t/programas/v/doutor-jose-junqueira-conversa-sobre-intolerancia-alimentar-com-tiago-leifert/4445705/

 http://gshow.globo.com/programas/e-de-casa/videos/t/programas/v/intolerancia-alimentar-conheca-a-historia-da-leticia/4445711/

Fonte:  gshow.globo.com/programas/e-de-casa

Resultado do sorteio do Aparelho FreeStyle Optium Neo!

Obrigada à todos que participaram!

Ficamos felizes com a ganhadora do sorteio, Joiania Maria Pereira Marques - Fortaleza/Ceará. Que este aparelho seja muito útil para o seu controle do Diabetes! Entraremos em contato e assim que nos for passado o endereço estaremos enviando o aparelho. A História da Joiania é bem interessante e em um post posterior estaremos contando sua história, ela ficou diabética tipo 01 depois de adulta. Parabéns Joiania!!






 Dulcinéia Cabral

sábado, 29 de agosto de 2015

Sorteio Aparelho FreeStyle Optium Neo

Para participar, deixe seu nome completo nos comentários deste post! O sorteio será realizado no próximo sábado dia 05/09/2015 !!!!

Não fiquem fora dessa!!! Participem!!!!!

A divulgação do ganhador (a) será feita em um post no próprio Blog no mesmo dia do sorteio, e também em minha página do Facebook!

Fiquem atentos! O prazo para o sorteado (a) responder a mensagem recebida para envio do endereço para entrega do prêmio, é de apenas um dia (01).
 
Boa Sorte à todos!!!!!
 
O FreeStyle Optium Neo é o único medidor de glicose no sangue entre as marcas líderes do Brasil com indicadores de hipoglicemia e hiperglicemia. Caso a seta do produto esteja na cor amarela, apontando para cima, indicará hiperglicemia. Se o aparelho apresentar uma seta vermelha para baixo, ele está em hipoglicemia.

O produto está em conformidade com a ISO 15197:2013, que especifica requisitos para sistemas in vitro de monitoramento de glicose, destinados à automedição por leigos para a gestão da diabetes.

O FreeStyle Optium Neo vai ao encontro do que o paciente diabético necessita: resultado da glicemia preciso e rápido (5 segundos), com uma tela grande e clara, de alto contraste e leitura fácil, além de uma série de ferramentas simples para ajudar a gerenciar a rotina de administração de insulina. Ele permite ao usuário de insulina ter uma gestão mais ativa da sua diabetes, baseada em ícones fáceis de entender e interpretar. "
 


 Dulcinéia Cabral

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Aparelho FreeStyle Optium Neo

Recebemos de presente da Abbott Brasil, o novo aparelho FreeStyle Optium Neo, uma evolução no sistema de monitoramento de glicose sanguínea.







O aparelho combina alta tecnologia, facilidade de uso, análise da tendência de glicose e registros de doses de insulina, lhe ajudando a gerenciar diariamente o seu diabetes. Outra vantagem é o software que torna o controle das suas informações ainda mais fácil, dispensando o uso de anotações em papel. Basta conectar o seu aparelho a um computador e gerar, instantaneamente, relatórios completos e fáceis de ler.

"Agir rapidamente é crucial para o paciente com diabetes. Além disso, quem usa insulina não pode se esquecer de administrar as doses da substância nos horários certos e, se conseguir prever a tendência glicêmica (alta ou baixa), melhor ainda. Para ajudar o diabético em todas essas tarefas, chega ao Brasil o FreeStyle® Optium Neo, o primeiro medidor de glicemia touchscreen entre as marcas líderes do país. Trata-se de um lançamento da Abbott, empresa global de cuidados para a saúde.

O medidor de glicose FreeStyle Optium Neo apresenta tela de fácil e clara leitura

“O novo sistema conta com alta tecnologia, tela touch (sensível ao toque) orientada por ícones, indicadores visuais de tendência de glicose e registro de insulina, tudo isso com design leve e elegante. Além disso, oferece a facilidade da realização do teste de cetonemia (sinal de descompensação) num único dispositivo”, explica Sandro Rodrigues, Country Manager da Divisão de Cuidados para Diabetes da Abbott.

O FreeStyle Optium Neo combina funções eficientes, facilidade de uso, análise da tendência de glicose e registros de doses de insulina, ajudando a melhorar o gerenciamento diário do diabetes. Outra vantagem do sistema é vir equipado com cabo para download do software gratuito FreeStyle Auto Assist NEO, que ajuda o paciente a gerenciar a doença, dispensando o uso de anotações em papel. “O software facilita o acesso às informações. Basta conectar o aparelho a um computador e gerar, instantaneamente, relatórios completos e fáceis de ler”, conclui Rodrigues. 

O FreeStyle Optium Neo é o único medidor de glicose no sangue entre as marcas líderes do Brasil com indicadores de hipo e hiperglicemia. Caso a seta do produto esteja na cor amarela, apontando para cima, indicará hiperglicemia. Se o aparelho apresentar uma seta vermelha para baixo, ele está em hipoglicemia.

O produto está em conformidade com a ISO 15197:2013, que especifica requisitos para sistemas in vitro de monitoramento de glicose, destinados à automedição por leigos para a gestão da diabetes.

O FreeStyle Optium Neo vai ao encontro do que o paciente diabético necessita: resultado da glicemia preciso e rápido (5 segundos), com uma tela grande e clara, de alto contraste e leitura fácil, além de uma série de ferramentas simples para ajudar a gerenciar a rotina de administração de insulina. Ele permite ao usuário de insulina ter uma gestão mais ativa da sua diabetes, baseada em ícones fáceis de entender e interpretar. "

Para obter mais informações sobre a Abbott, acesse www.abbottbrasil.com.br 

Obrigada, Mariana Aidar, Vanessa Santos e Marina Lima, pelo presente que nos foi enviado!




segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Top Blog 2015

Desde 2008, o Prêmio Top Blog reconheceu e premiou, mediante votação popular e técnica, os melhores blogs nacionais de acordo com suas editorias.
Movimentou em 5 edições mais de 160 mil blogs dos mais diversos temas em todo o país.

Em 2015, o Top Blog retorna com repertório ampliado e nova proposta de premiação. Nosso objetivo é selecionar, recomendar, reconhecer e premiar as melhores iniciativas de produção de conteúdo independente no Brasil em ambiente digital.

 Não deixem de votar!!! O Nosso Blog está concorrendo!!! Estamos Juntos!!!!




http://www.topblog.com.br/candidatos/?projeto=89669#projeto/89669

sábado, 8 de agosto de 2015

Feliz Dia dos Pais!!!!!

Somente o amor, pode explicar essa relação... amor à primeira vista... sem precisar dar nada em troca... foi assim que começou a história deles...
Somos agradecidas à Deus, por ter colocado em nosso caminho, alguém que nos amaria e cuidaria de nós... um ser maravilhoso.. que temos muito orgulho de juntos formarmos uma família!!!!
Pai amoroso, dedicado, cuidadoso, farrista, que sempre está ao nosso lado.
O amor verdadeiro está na alma, no coração.. independente de ter o seu sangue ou não! 
Ser Pai é mais do que apenas ter participado da sua fecundação... é participar da vida de quem se ama, e isso Alexandre você tem feito da melhor forma possível, prova disso é a retribuição com tanto amor que a Giovana dedica à você.
Obrigada por tudo, principalmente por ter aceitado minha filha como se fosse sua filha!!!

Feliz Dia Dos Pais Nossa Vida!!!!!!






segunda-feira, 27 de julho de 2015

Avós queridos!!!!

Ontem foi um dia muito corrido, não tive tempo de postar uma homenagem para os avós da Giovana, meus pais queridos, que tanto me ajudaram desde o diagnóstico e continuam presentes em nossas vidas, nos apoiando e sempre dando muita força nas horas que mais precisamos.

Além de todos os agrados à nossa Gigi querida, participam do tratamento dela tbm.. e por muitas vezes tiveram que fazer aplicações de insulina, quando ainda usava caneta, meu pai todo cuidadoso, aplicava insulina com maior carinho em sua netinha, minha mãe preocupando-se com a contagem de carboidratos, tentando aprender, e cuidando sempre da alimentação saudável da neta.

Só temos à agradecer à vocês e e Deus. Obrigada pelo carinho e toda dedicação!!!!!

O apoio da família é muito importante quando se recebe o diagnóstico!!!!


sábado, 25 de julho de 2015

SEMINÁRIO CUIDADO CLINICO À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE COM DIABETES: ENFOQUE EDUCATIVO MAS INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM.

 Família Pâncreas cumprindo mais uma missão!


 
  Agradecemos ao corpo docentes de Doutores do PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CUIDADO CLÍNICO EM ENFERMAGEM da UECE (Universidade Estadual do Ceará) e a USP de (Ribeirão Preto), pelo convite feito ao Família Pâncreas para participarmos deste momento tão rico em conhecimentos e descobertas.



Este Blog apoia o grupo Família Pâncreas!!!!!

FAMÍLIA PÂNCREAS!!!!

Grupo fundado pela nossa amiga Anna Karynne Alencar Magalhães.


                                         https://www.facebook.com/groups/familiapancreas/

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Novembro Azul

Hoje iniciamos o mês de Novembro, mês que comemoramos o
Dia Mundial Do Diabetes - 14 de Novembro, e por ter uma princesinha linda Diabética, não poderia deixar de fazer um post sobre o assunto.



Começou-se uma campanha hoje, juntamente com o a campanha do Dia Mundial de Diabetes, sobre a conscientização do câncer de próstata... sei que é importante alertar os homens, mas bem que poderia ser em outro mês né, creio que o Diabetes é bem mais importante, tiraram o brilho do nosso mês. Novembro Azul é nosso!!!

Não podemos deixar por menos, temos que seguir em frente e informar o máximo que pudermos a sociedade, a desinformação é a pior coisa que pode acontecer, não se deixe desanimar, converse com vizinhos, parentes, colegas e amigos, faça sua parte!!!!




participe você também!! Vista Azul nas sexta-feiras!!!!!!









terça-feira, 15 de outubro de 2013

links de livros sobre doença celíaca e receitas

http://www.riosemgluten.com/semgluten_baixar_gratuito.htm

Sensibilidade ao Glúten

Sensibilidade ao glúten na ausência

de doença celíaca

Imran Aziz, Marios Hadjivassiliou, David S Sanders


Pacientes que apresentam sintomas relacionados ao glúten na ausência de marcadores da doença são um dilema diagnóstico para gastrenterologistas, clínicos gerais e nutricionistas.
A doença celíaca é um distúrbio inflamatório crônico do intestino delgado que afeta 1% da população.A condição pode ser definida como um estado de resposta imunológica intensificada ao glúten ingerido (de trigo, cevada e centeio) em indivíduos geneticamente suscetíveis.2 O padrão-ouro do diagnóstico da doença celíaca é a demonstração de atrofia de vilosidades em biópsias duodenais, com sorologia celíaca (anticorpos antiendomísio e antitransglutaminase tecidual) tendo um papel de apoio.2,3 O pilar do tratamento da doença celíaca é a adesão vitalícia a uma rigorosa dieta livre de glúten, que leva a melhorias no desfecho clínico, no bem-estar psicológico e na qualidade de vida para a maioria dos pacientes.2

No entanto, o número de pacientes que consome uma dieta livre de glúten parece, em grande parte, fora de proporção em relação ao número projetado de pacientes com doença celíaca. Comerciantes estimam que 15-25% dos consumidores norte-americanos querem alimentos livres de glúten,4,5 embora dados recentemente publicados dos Estados Unidos e da Nova Zelândia sugiram que isso possa ser uma superestimativa.6,7 Não obstante, esse agora é um “grande negócio”, e a Reuters projeta um aumento nos lucros do mercado de alimentos livres de glúten nos Estados Unidos de US$1,31 bilhão (£0,8 bilhão) em 2011 para US$1,68 bilhão até 2015.8 Paralelamente, um crescente problema encontrado na prática clínica é o diagnóstico e o manejo de pacientes que reclamam de sintomas relacionados ao glúten na ausência de marcadores diagnósticos de doença celíaca, como sorologia celíaca negativa e biópsias duodenais normais. Esses pacientes representam um dilema diagnóstico para gastrenterologistas, clínicos gerais e nutricionistas e, no passado, foram descritos como pertencentes a uma “terra de ninguém” devido à incerteza do diagnóstico.9

Doença Celíaca

  Desordem sistêmica autoimune, desencadeada pela ingestão de glúten. É caracterizada pela inflamação crônica da mucosa do intestino delgado que pode resultar na atrofia das vilosidades intestinais, com conseqüente má absorção intestinal e suas manifestações clínicas. O glúten é uma proteína que está presente nos seguintes alimentos: trigo, aveia, centeio, cevada e malte.
A doença celíaca ocorre em pessoas com tendência genética à doença. Geralmente aparece na infância, nas crianças com idade entre 1 e 3 anos, mas pode surgir em qualquer idade, inclusive nas pessoas adultas.

Quais são os sinais mais comuns da doença?

Podem variar de pessoa a pessoa, porém os mais comuns são: 

Diarréia crônica (que dura mais do que 30 dias) 
Prisão de ventre;
Anemia;  
Falta de apetite;  
Vômitos;  
Emagrecimento / obesidade;  
Atraso no crescimento;  
Humor alterado: irritabilidade ou desânimo;  
Distensão abdominal (barriga inchada);  
Dor abdominal;  
Aftas de repetição; 
Osteoporose / osteopenia


Como a doença celíaca é diagnosticada?


 Os exames de sangue são muito utilizados na detecção da doença celíaca. Os exames do anticorpo anti-transglutaminase tecidular (AAT) e do anticorpo anti-endomísio (AAE) são altamente precisos e confiáveis, mas insuficientes para um diagnóstico.  A doença celíaca deve ser confirmada encontrando-se certas mudanças nos vilos que revestem a parede do intestino delgado. Para ver essas mudanças, uma amostra de tecido do intestino delgado é colhida através de um procedimento chamado endoscopia com biópsia (Um instrumento flexível como uma sonda é inserido através da boca, passa pela garganta e pelo estômago, e chega ao intestino delgado para obter pequenas amostras de tecido).


Qual é o tratamento?

O único tratamento é uma alimentação sem glúten por toda a vida. A pessoa que tem a doença celíaca nunca poderá consumir alimentos que contenham trigo, aveia, centeio, cevada e malte ou os seus derivados (farinha de trigo, pão, farinha de rosca, macarrão, bolachas, biscoitos, bolos e outros). A doença celíaca pode levar à morte se não for tratada.


O que é dermatite herpetiforme?

É uma variante da doença celíaca, onde a pessoa apresenta pequenas feridas ou bolhas  na pele que coçam ( são sempre simetricas, aparecendo principalmente nos ombros, nádegas, cotovelos e  joelhos). Também exige uma alimentação sem glúten por toda a vida.  


Quais são os alimentos permitidos para quem tem a doença celíaca?  

• Cereais: arroz, milho.
• Farinhas: mandioca, arroz, milho, fubá, féculas.
• Gorduras: óleos, margarinas.
• Frutas: todas, ao natural e sucos.
• Laticínios: leite, manteiga, queijos e derivados.
• Hortaliças e leguminosas: folhas, cenoura, tomate, vagem, feijão, soja, grão de bico, ervilha, lentilha, cará, inhame, batata, mandioca e outros).
• Carnes e ovos: aves, suínos, bovinos, caprinos, miúdos, peixes, frutos do mar.


Cuidados especiais:

Atenção ao rótulo de produtos industrializados em geral. A lei federal nº 10674 , de 2003, determina que todas as empresas que produzem alimentos  precisam INFORMAR obrigatoriamente em seus rótulos  se aquele produto    “CONTÉM GLÚTEN” ou "NÃO CONTÉM GLÚTEN" .

Atenção:

• Qualquer quantidade de glúten, por mínima que seja, é prejudicial para o celíaco;
• Leia com atenção todos os rótulos ou embalagens de produtos industrializados e, em caso de dúvida, consulte o fabricante;
• Não use óleos onde foram fritos empanados com farinha de trigo ou farinha de rosca (feita de pão torrado);
• Não engrosse pudins, cremes ou molhos com farinha de trigo;  
* Tenha cuidado com temperos e amaciantes de carnes industrializados, pois muitos contém glúten;
• Não utilize as farinhas proibidas para polvilhar assadeiras ou formas.  
Importante:
• Na escola, nunca separe a criança celíaca dos demais colegas na hora das refeições;
• O celíaco pode e deve fazer os mesmos exercícios que seus colegas;
• Existem celíacos que são diabéticos. Portanto, sua alimentação não deve conter glúten e nem açúcar;
• Existem celíacos que têm intolerância à lactose. Portanto, sua alimentação não deve conter glúten, nem leite de vaca e seus derivados.

Eveline Cunha Moura
Assessora em Nutrição da
Coordenação Nacional da Pastoral da Criança.  

Fonte: http://www.riosemgluten.com/doenca_celiaca.htm

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Pão de cachorro quente sem Glúten




Pão de cachorro quente 

Miriam Nunes Vieira Pereira 

1 copo de farinha de arroz (250 ml)
1/2 copo de fécula de batata
1/2 de polvilho doce
2 colheres de sopa de linhaça triturada
1 colher de sopa de fermento biológico seco
1 colher de sopa de psyllium
1 colher de sobremesa de goma xantana
1 colher de chá de açúcar
1 colher de chá de sal
2 ovos pequenos
1 1/4 copo de água
1/4 copo de óleo

Na badeira colocar todos os secos e misturar bem. Acrescentar os líquidos e bater por 5 minutos. Modelar com duas colheres do tamanho desejado. Depois untar a mão e terminar de modelar. Tem que untar a mão a cada pão.Deixar crescer a assar em forma untada e enfarinhada, em forno pré aquecido a 210 graus. Depois dos primeiros 10 minutos, reduzir a temperatura para 180 graus.
Para ver quando o pão está pronto para ir ao forno, coloque um pedacinho da massa num copo com água. Quando a massa boiar, o pão estará crescido.

sábado, 7 de setembro de 2013

Enroladinho de queijo sem Glúten






  
Essa receita é do pão de leite da Rita Bello, ficou super macio e muito saboroso!!!!

Enroladinho de queijo sem Glúten com a receita de pão de leite

Pão de leite da Rita Bello

Num recipiente misture:

1 1/2 xicara (cha) de polvilho doce
1 1/2 xicara(cha) leite em pó
1 xicara(cha) farinha de arroz
1 colher (sopa)rasa de açúcar
1 sache de fermento de pão
Deixe descansando, enquanto isso leve ao fogo
300 ml de água
6 colheres(sopa) de polvilho doce
Va mexendo sempre até formar um grude transparente, desligue o fogo e reserve.

Faça um buraco no meio daquela mistura que estava descansando e coloque:
1 colher (sopa) sal
2 ovos
3 colheres(sopa) oleo
1 colher (sopa) margarina
misture bem, coloque o grude reservado ainda quente e va amassando com as maos,é preciso colocar mais ou menos 1 xicara de farinha de arroz até obter uma massa lisa ,(parecida com a de trigo)
Divida a massa em pequenas porçoes(sempre faço 9 ou 10),modele os paes.

Deixe crescer,coloque uma bolinha num copo com agua quando ela subir o pao esta crescido, antes de ir ao forno faça cortes com uma faca e pincele leite para dar brilho

sábado, 31 de agosto de 2013

Baguete de polvilho sem Glúten





BAGUETE DE POLVILHO


Receita do Mais Você

INGREDIENTES
½ xícara (chá) de óleo (100 ml)
½ xícara (chá) de água (100 m)
1 colher (chá) de sal
1 ½ xícara (chá) de polvilho azedo (235 g)
½ xícara (chá) de leite (100 ml)
1 ovo
1 xícara (chá) de polvilho azedo (155 g)
1 gema batida para pincelar
queijo parmesão ralado fino a gosto

MODO DE PREPARO
1°- Em uma panela, coloque ½ xícara (chá) de óleo, ½ xícara (chá) de água e 1 colher (chá) de sal e leve ao fogo até ferver.
2°- Coloque em uma tigela 1 ½ xícara (chá) de polvilho azedo e escalde-o com a mistura fervida da panela misturando rapidamente. Adicione ½ xícara (chá) de leite e 1 ovo e misture bem. Acrescente, aos poucos, 1 xícara (chá) de polvilho azedo mexendo até ficar uma mistura homogênea e desgrudar das mãos. Obs: Se o ovo for grande pode ter que usar 1 colher a mais de polvilho para dar o ponto.
3°- Modele a massa em formato de baguete (cilindro comprido), coloque-o em uma assadeira, pincele 1 gema batida, salpique queijo parmesão ralado fino a gosto e leve para assar em forno a 180 °C por 40 minutos.
4°- Retire do forno, corte ao meio e coloque o recheio de sua preferência.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Pizza de Mussarela sem Glúten






Pizza de Mussarela


Receita da culinarista Gilda, do blog Cozinhando sem Glúten
Ingredientes:
2 xícaras (400 ml) de Mix Pan Schär
1 ovo
2 colheres de sopa de azeite de oliva
1 colher de chá de sal marinho
1 colher de sobremesa de açúcar demerara
1 colher de sopa de fermento biológico seco
180 ml de água morna
Modo de preparo:
1. Em um recipiente fundo, junte o açúcar, o fermento e a água morna. 2. Misture e tampe com um prato. Deixe descansar até crescer (de 10 a 15 minutos) e formar uma esponja. 3. Em outro recipiente, junte a farinha e o sal, misture e abra um buraco no centro para despejar o ovo, o azeite e a esponja do fermento. 4. Misture até formar uma massa homogênea. Deixe descansando para crescer por 40 minutos. 5. Depois que a massa crescer, sove-a rapidamente e estique-a com a ponta dos dedos em uma forma para pizza untada. 6. Leve ao forno a 180ºC até começar a dourar e as bordas soltarem. 7. Retire do forno, recheie a gosto, polvilhe orégano e leve ao forno novamente para o queijo derreter – nesta receita, foi usado atum picante em uma metade e gorgonzola com mozarela na outra.

PÃEZINHOS RECHEADOS SEM GLÚTEN








PÃEZINHOS RECHEADOS (Lisiane)

02 ovos 
½ xíc. de óleo 
1 copo de iogurte natural + o restante de água até completar 250ml
1 xíc. de farinha de arroz
½ xíc. de polvilho doce
1 col. (chá) de sal
1 col. (sopa) fermento em pó

Recheio salgado ou doce
Sugestão:
Presunto, tomate picado, queijo, azeitona e orégano. 

Bater os ingredientes da massa no liquidificador, colocar nas forminhas, colocar o recheio e cobrir com o restante da massa.

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Bolo de Chocolate sem Glúten


O meu eu não fiz recheio.... fiz ele mesclado. antes de colocar o chocolate do padre, eu coloquei um pouco na forma, e o restante da massa misturei o chocolate, e despejei por cima.


Bolo de Chocolate (receita da Rita Bello)

2 ovos
2 xic de açucar
1 xic de oleo
2 xic de leite de soja Batavo
2 xic de farinha de arroz
2 colheres de sopa de fecula de batata
2 colheres de sopa de maizena
2 colheres de chá de cmc
1 xic de chocolate do padre
1/2 colher de chá de sal
1 colher bem cheia de fermento royal

Bater tudo no liquidificador e colocar em forma untada e enfarinhada.

Recheio:
1 lata leite condensado
1 lata creme de leite
½ xícara de chocolate Padre
1 colher de sopa de margarina
Não deixar engrossar muito porque depois que esfria ele engrossa muito mais!
Validade: 90 dias no freezer. Tirar e descongelar na temperatura ambiente.

Pão Francês sem Glúten



INGREDIENTES:
2 xícaras de farinha de arroz branco
1 xícara de farinha de polvilho doce
1 colher de sopa goma xantana
1-1/2 colher de chá de sal
2 colheres de sopa de açúcar
1 colher de sopa de fermento biológico seco
1-1/2 xícaras de água morninha
2 colheres de sopa de manteiga derretida 
3 claras
1 colher de chá de vinagre de maçã


Misturar ingredientes secos.
Fazer levedura com açucar, fermento e água morna (deixar crescer num lugar abafado).
Misturar os ing.líquidos aos secos e por último a levedura (que deverá ter crescido bastante). Bater tudo no liquidificador ou batedeira por 3 min.
Colocar na forma untada, cobrir com um pano de prato e deixar crescer por 25m.
Aquecer o forno e assar o pão por 30min.
Depois de 30min. cobrir o pão com papel aluminio para cozer e deixar mais uns 20min.no forno.
Tirar, deixar esfriar e degustar esta delícia.

Fonte:

domingo, 30 de junho de 2013

Teste de Glicemia Obrigatório - Uma Gota que Salva Vidas!!!

Esse tempo que estive ausente do Blog, me fez parar e refletir muitas coisas que acontecem ao nosso redor, nesse mundinho do Diabetes... uma delas foi pensar em como o teste de glicemia capilar é importante, antes de qualquer procedimento nos hospitais. Graças à Deus não foi o nosso caso, não passamos por isso, mas só este ano de 2013 já tivemos 2 casos de crianças que morreram por este motivo, Valentina e Luana.

Não podemos mais aceitar que isso aconteça, e foi pensando em mudar essa situação que nós Blogueiros de Diabetes, decidimos nos unir pela obrigatoriedade do teste de Glicemia Capilar no protocolo médico de Urgências e Emergências no Brasil. 

Peço a colaboração de todos vocês que nos seguem no Blog e que nos acompanham, que assinem a petição, vamos todos juntos lutar por esta causa, todos estamos sujeitos à passar por isto, então vamos nos unir!!!!

Antes de assinar leia a história dessas 2 crianças e reflita... amanhã pode ser você!!!!!






Dulcinéia Maia (mãe da Gigi)


Quer uma ajuda com as despesas de Julho?

A Glicofast está com uma excelente promoção... vamos participar!!!!!

Para participar é fácil:

1- Curta a página da Glicofast 

2- Clique no link da promoção:  www.bit.ly/11lpqWV

Em seguida no botão " Quero Participar"

3- Compartilhe com seus amigos a imagem da promoção.

Muito fácil!!!! Não perca mais tempo!!!!!



Dulcinéia Maia ( mãe da Gigi)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...